Centro de Apoio Psicossocial – O seu filho/a tem Necessidades Educativas Especiais?

O   +Saúde Dianova Portugal surge como uma resposta social face a necessidades actuais emergentes sobretudo nesta conjuntura de crise económica e à preocupação da Dianova em disponibilizar uma intervenção terapêutica e psicossocial como um tratamento acessível à comunidade em geral, através da prestação de 6 Serviços com qualidade e a um custo socialmente justo:
– Avaliação e Intervenção em Necessidades Educativas Especiais.

Para marcar a sua consulta para o seu Filho/a visite-nos emhttp://www.apoiopsicossocial.dianova.pt/pt/333

Centro de Apoio Psicossocial – Para Jovens e Adolescentes

O Centro de Apoio Psicossocial +Saúde Dianova Portugal surge como uma resposta social face a necessidades actuais emergentes sobretudo nesta conjuntura de crise económica e à preocupação da Dianova em disponibilizar uma intervenção terapêutica e psicossocial como um tratamento acessível à comunidade em geral, através da prestação de 6 Serviços com qualidade e a um custo socialmente justo:
– Intervenção na Adolescência;
– Orientação Vocacional e Profissional

Para marcar a sua c onsulta para o seu Filho/a visite-nos emhttp://www.apoiopsicossocial.dianova.pt/pt/222

Centro de Apoio Psicossocial – Para Si e para a sua Família

O Centro de Apoio Psicossocial +Saúde Dianova Portugal surge como uma resposta social face a necessidades actuais emergentes sobretudo nesta conjuntura de crise económica e à preocupação da Dianova em disponibilizar uma intervenção terapêutica e psicossocial como um tratamento acessível à comunidade em geral, através da prestação de 6 Serviços com qualidade e a um custo socialmente justo:
– Avaliação Psicológica;
– Aconselhamento Psicológico / Psicoterapêutico;
– Intervenção Familiar.

Para marcar a sua consulta para Si ou para a sua Família visite-nos em http://www.apoiopsicossocial.dianova.pt/pt/

111

SGS – ICS ATRIBUI À DIANOVA CERTIFICADO DE CONFORMIDADE PT05/01571 PELO SEU SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008

Certificada em Gestão da Qualidade desde 2005, a Dianova viu renovada para o período 2014-2017 a Certificação de Conformidade do seu Sistema de Gestão da Qualidade NP EN ISO 9001:2008 pelas actividades de Tratamento e Reinserção de Toxicodependentes na Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas, localizada em Monte Redondo, Torres Vedras.

Da auditoria de renovação de certificação realizada em finais de Junho pela SGS – ICS, foram salientados como pontos fortes deste sistema de gestão o total envolvimento da Gestão de Topo, a elevada motivação e empenho da Equipa, a simpatia e profissionalismo dos Colaboradores e a maturidade e robustez do Sistema de Gestão da Qualidade.

Por outro, relevam os ponte fortes da eficácia do sistema de gestão pelo cumprimento dos indicadores dos processos, satisfação dos clientes em Satisfação Geral de 100% e Recomendação do Serviço em 100%, não tendo sido registada nenhuma reclamação.

A Dianova congratula-se pelo facto da sua orientação à melhoria contínua dos serviços nestes últimos 9 anos prestados pela Comunidade Terapêutica no âmbito do tratamento e reinserção de toxicodependentes através de Sistema de Gestão primar pela elevada qualidade e reconhecimento da sua eficácia pelos beneficiários, famílias e serviço nacional de saúde.

Visite-nos em http://www.dianova.pt/os-nossos-servicos/comunidade-terapeutica

CTQL

DIANOVA PORTUGAL PARTICIPOU NO EVENTO EMCDDA – CONTINUITY AND CHANGE: HIGH-RISK DRUG USE AND DRUG TREATMENT IN EUROPE 2014 | 24-26 DE SETEMBRO, LISBOA

Este evento teve como objectivo incorporar reuniões anuais da EMCDDA para apresentação e discussão de resultados/indicadores relacionados com tratamento das adições e dos indicadores/resultados uso de drogas alto risco (PDU). Os resultados apresentados reflectem pesquisas de âmbito europeu.

Foram partilhadas tendências transversais à realidade de diferentes países: aumento exponencial do uso de cannabis entre os jovens europeus, ainda nesta população aumenta a adição ao jogo. Aumento significativo também da cannabis sintética, é preocupante pelo aumento significativo de concentração de THC, o que promove um aumento co-morbilidade psiquiátrica. Aumentou exponencialmente o recurso aos serviços de urgência por perturbações associadas ao uso de cannabis que poderão ser temporárias ou permanentes.

A heroína aparece menos atractiva para os jovens, os programas de substituição com metadona tem feito com que o consumo de heroína diminua gradualmente. Tem aumentado o número de pessoas com mais 40 anos em tratamento, o que significa envelhecimento da população dependente e um aumento de co-morbilidade (doenças físicas e psiquiátricas). Neste sentido, a dependência tem de ser cada vez mais encarada com uma doença crónica.

A crise económica e as políticas de austeridade afectaram a área da saúde desde 2008, com agravamento sucessivo nos últimos anos com cortes financeiros na área do tratamento das adições, esta realidade também foi partilhada por elementos do SICAD, dado Portugal integrar o grupo de países mais penalizado por estas medidas.

Para mais informações visite http://www.emcdda.europa.eu/news/2014/fs10

DIA EUROPEU DAS LÍNGUAS | 26-09-2014

Por toda a Europa, 800 milhões de Europeus dos 47 estados-membros do Conselho da Europa são encorajados a aprender mais línguas, em qualquer idade, dentro e fora da escola. O Conselho da Europa promove o plurilinguismo em todo o continente, com base na convicção de que a diversidade linguística é uma via para alcançar uma maior compreensão intercultural e um elemento-chave da riqueza do património cultural da Europa. Invista na aprendizagem de línguas e celebre connosco este dia!Dia Europeu das Línguas

Apreensões de cocaína e haxixe duplicam nos festivais de verão | JN | 28-08-2014

A fiscalização da GNR em 56 festas e festivais de verão realizados em 13 distritos do País detetou estupefacientes em quantidades muito mais elevadas do que em relação a igual período de 2013. As apreensões de cocaína subiram 155% e as de haxixe 77%, o que dá uma ideia da dimensão do confisco da Guarda nos eventos neste ano. Também houve mais 40 detidos nos festivais deste verão.  
 
As apreensões de drogas leves e pesadas em 56 festas e festivais deverão realizadas em 13 distritos foram em quantidades muito mais elevadas do que em relação aigualperío-do de2013, segundo dados da GNR facultados ao DN. A GNR diz que a segurança é o principal motivo das ações junto a festivais demúsica mas não pode ignorar a presença das drogas. lá muitos dos frequentadores argumentam que há controlo a mais. Para se ter uma ideia da dimensão dos confiscos nos eventos, as apreensões de cocaína subiram de 234 doses em 2013 para 598,4 doses em 2014, o que representa um aumento de 155%.   
Quanto ao haxixe, o número de apreensões desta droga foi de 12 886,55 doses, uma subida de 77% em relação a valores do ano passado. Houve 137 “festivaleiros” detidos nos eventos deste verão, mais 40 do que no período homólogo de2013. As drogas químicas também estiveram presentes em maior quantidade nas festas e festivais deste verão, como ilustram as apreensões de MDMA (o princípio ativo do ecstasy) e de cogumelos alucinogénios.  
 
Entre os 56 festivais de 13 distritos fiscalizados pela GNR estão os mais sonantes como o Sudoeste (Zambujeira do Mar), Super Bock Super Rock, aos mais alternativos como Boorn Festival em Idanha-a-Nova ou Músicas do Mundo, em Sines. Ou ainda o Festival do Caracol, em Castro Marim, ou a Festa da Pinha, em Estoi.  
  
João Castro tem 38 anos e é frequentador do Boorn Festival desde 1997. Neste ano, mais uma vez, marcou presença em Idanha-a-Nova. O ambiente “alternativo, cultural e deslumbrante” do Boomnão justifica, na sua opinião, o “excessivo controlo” das autoridades: “É um bocado abusivo e acaba por estragar um pouco o ambiente.” “Nos outros eventos não há disto, a GNR limita-se a controlar o trânsito e ninguém é revistado desta maneira. Para o Boorn trazem os cães e militares femininas para revistarem as senhoras.”  

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34 outros seguidores