“Uma perspectiva sobre a Medicina Interna”

A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) lança o prémio de jornalismo “Uma perspectiva sobre a Medicina Interna” no valor total de 15 mil euros, no âmbito do seu 60.º aniversário. O júri é presidido por Marcelo Rebelo de Sousa e constituído por Ana Goulart, do Sindicato dos Jornalistas e António Martins Baptista, presidente da SPMI.

Este prémio destina-se a reconhecer trabalhos realizados por jornalistas residentes em Portugal, publicados entre 1 de Maio de 2010 e 1 de Novembro de 2011, em televisão, rádio ou imprensa e que se distingam pela cobertura da prestação de cuidados de saúde em ambiente hospitalar, ou emergência pré-hospitalar e que mostrem o trabalho desenvolvido por médicos internistas.

O valor do prémio será distribuído pelas três categorias em partes iguais, visando premiar três trabalhos diferentes. Os critérios de ponderação do prémio serão, na proporção de 20 por cento a cada item: a coerência com os objectivos do prémio; criatividade; investigação; relevância do tema e qualidade. Os vencedores serão conhecidos no final do ano e o prémio pecuniário será entregue na Cerimónia de Encerramento das Comemorações dos 60 Anos da SPMI, no Centro Cultural de Belém, com data prevista para dia 14 de Dezembro.

António Martins Baptista, presidente da SPMI refere: “A celebração dos 60 anos da sociedade permite reflectir sobre a notoriedade desta especialidade médica e sobre a informação do público em geral, utentes e decisores políticos do nosso sistema de saúde. Este prémio, que gostaríamos que tivesse outras edições, visa precisamente galardoar o esforço de quem transmite uma mensagem que permite dar a conhecer a Medicina Interna”.

REGULAMENTO DO CONCURSO

Fonte: Jasfarma

Linhas Reitoras da Política da Droga em Portugal

VENHA CONHECER O NOVO PRÉMIO DIANOVA | LUSÓFONA “MANAGING SUSTAINABLE NOBLE CAUSES”

A Dianova Portugal e a Universidade Lusófona, convidam todos os Jornalistas a estarem presentes na Sessão Pública de Lançamento da 1ª Edição do Prémio Dianova | Lusófona “Managing Sustainable Noble Causes”, no dia 24 de Maio, na Sala Veludo do Palácio Santa Clara.

O galardão, único em Portugal, foi criado para premiar o que de melhor se faz no país e no mundo lusófono, em termos de produção científica na área da Economia Social e Solidária e tem como destinatários cidadãos naturais de países de língua oficial portuguesa (Portugal, Angola, Brasil, Cabo-Verde, Guiné-Bissau e Moçambique), que frequentem pós-graduções ou mestrados nas áreas de Comunicação, Marketing, Gestão, Economia, Ciência Política, Direito, Administração Social e Pública, Sociologia, Serviço Social e Psicologia.

Esta iniciativa surge de uma parceria entre a Dianova Portugal e a Universidade Lusófona que, desta forma, unem esforços no sentido de contribuir para a dinamização e mudança construtiva do sector da Economia Social.

“O objectivo específico deste prémio é chamar a atenção para a temática social, nomeadamente o acesso à educação e ao emprego qualificado, e incentivar a produção de estudos teórico-práticos que possam ter um impacto real na eficiência operacional e organizacional das Organizações Sem Fins Lucrativos em Portugal e em países de língua oficial portuguesa,” avança Rui Martins, Director de Comunicação da Dianova Portugal.

“Para os alunos da Lusófona, em particular, é uma oportunidade de poderem aplicar as suas ideias e os conhecimentos adquiridos, ao longo da formação, em prol de uma causa social útil. Ao mesmo tempo, têm a possibilidade de ver o seu trabalho reconhecido e enriquecerem o seu currículo; e, paralelamente, contribuírem para a melhoria da qualidade da organização e gestão das Organizações da Economia Social e Solidária em Portugal e no mundo Lusófono: Angola, Brasil, Cabo-Verde, Guiné Bissau e Moçambique”, acrescenta Prof. Doutor Rui Teixeira Santos, Director da EAL – Universidade Lusófona.

As candidaturas estão abertas até dia 30 de Setembro de 2011 e o vencedor será conhecido na Cerimónia de Entrega do Prémio a 14 de Abril de 2012, Dia das Universidades.

Mais informações em:
Prémio Dianova Lusófona
Dianova.pt

AGENDA

11h45 Recepção Convidados
12h00 Boas-vindas Prof. Doutor Manuel José Damásio, Presidente da UHLT – Grupo Lusófona
12h10 Cooperação universitária com o mundo lusófono, Prof. Dr. José Mariano Gago, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior *a aguardar confirmação
12h20 A Cooperação na Educação e Formação com os PALOPs, Eng. Domingos Simões Pereira, Secretário-Executivo da CPLP *a aguardar confirmação
12h30 Porquê Premiar no/do/para a Economia Social e Solidária, Prof. Doutor Rui Teixeira, Director da EAL-ULHT – Grupo Lusofóna
12h40 Apresentação Institucional do Prémio Dianova | Lusófona, Dr. Rui Martins, Director Comunicação da Dianova Portugal
12h50 Testemunhos Membros do Júri – Parceiros Institucionais
13h00 Q&A
13h15 Social gathering refreshment

O quinto Anual Forrester Groundswell Awards, e um olhar para trás

por Josh Bernoff

Tivemos esta ideia em 2007, em que pudéssemos planear a melhor, mais interessante e mais eficaz aplicação sociais com um sistema de prémios. Na época, eu não me apercebi completamente da quantidade fascinante dos mais diferentes programas que nós encontramos. Por isso, continuamos a fazê-lo.

O objetivo deste post é duplo – anunciar oficialmente e abrir o site para inscrições dos prémios de 2011, e comemorar algumas das entradas mais surpreendentes dos últimos cinco anos.

Primeiro os factos. As inscrições para o Prémio 2011 da Forrester Groundswell estão abertas aqui (ou basta clicar na guia acima Awards.) Se você quer vencer, começe por ler as regras aqui. A coisa mais importante que deve lembrar é que a entrada é pública – o texto de sua entrada está disponível para toda a gente ver e votar – e que os juízes da Forrester Research darão muito mais valor aos resultados do que ao frenesim criado. Então não se esqueça de incluir os factos e números que comprovem a realização da sua aplicação como meta de negócios. Lembre-se que você pode incluir um link para qualquer informação adicional que quiser, em qualquer lugar na web.

Continue a ler aqui o artigo explicativo

Workshop e Conferência Internacional no ISCTE de Lisboa

O PAPEL DO MARKETING SOCIAL NA MELHORIA DE COMPORTAMENTOS COM O PROFESSOR JEFF FRENCH – FUNDADOR DO NATIONAL SOCIAL MARKETING CENTRE INGLÊS

DIA 14 JUNHO 15 HORAS
WORKSHOP (15 –17.30 h) no Laboratório OS1
CONFERÊNCIA (18 h) no Auditório Afonso de Barros (Ala Autónoma)
INSCRIÇÃO GRATUITA COM DIPLOMA DE PARTICIPAÇÃO
Informações e inscrições prévias para o workshop: geral.ipps@iscte.pt

15 H | WORKSHOP
MARKETING SOCIAL E MUDANÇA DE COMPORTAMENTOS SOCIAIS DE SAÚDE

Laboratório OS1
FORMAÇÃO EM CD CYNERGY
Criado pela Turning Point Social Marketing National Excellence Collaborative, em cooperação com o Centers for Disease Control and Prevention (USA), o CD Cynergy é um excelente instrumento operativo de intervenção em processos de mudança de comportamentos sociais.
Orientação de Carlos Oliveira Santos (Course of Social Marketing in Public Health. University of South Florida, USA)

18 H | CONFERÊNCIA
MUDANÇA DOS COMPORTAMENTOS DE SAÚDE – A EXPERIÊNCIA INGLESA
PROFESSOR JEFF FRENCH

Auditório Afonso de Barros (Ala Autónoma)
PARTICIPAÇÃO GRATUITA –COM DIPLOMA DE PARTICIPAÇÃO
Informações e inscrições prévias para o Workshop: geral.ipps@iscte.pt
No Facebook search: Mudança Social ISCTE

Como nomear um Herói CNN?

A caminhada de um herói CNN para o reconhecimento global começa com uma indicação de alguém que foi tocado pelos seus esforços – alguém como você, que quer partilhar a sua história com o mundo.

A História tem mostrado que grandes coisas podem ser feitas por aqueles que foram selecionados como CNN Heroes:

  • Andrea Ivory quase dobrou a quantidade de mamografias gratuitas que oferecia a mulheres carentes no sul da Flórida;
  • Doc Hendley, de Boone, na Carolina do Norte, expandiu os seus sustentáveis ​​sistemas de água limpa em três continentes, bem como na devastação provocada pelo sismo do Haiti;
  • Dan Wallrath, de Houston, no Texas, e a sua organização, Operation Finally Home, dobrou o número de casas construídas para os veteranos feridos;
  • Anne Mahlum expandiu o seu programa de alojamento Filadélfia para desalojados em oito cidades diferentes pelo país.
  • Jordan Thomas de Chattanooga, no Tennessee, providenciou próteses para as crianças em três países.

Você conhece uma pessoa comum que esteja a mudar o mundo? É fácil nomeá-los como um herói da CNN. Aqui estão algumas sugestões que esperamos que ajudem na elaboração da sua nomeação.

Reflicta sobre o que faz do seu herói, alguém especial. Pergunte-se: O que faz o meu candidato de único? Que realização específica realmente notável, ele ou ela tem alcançado? Qual o impacto que o seu trabalho teve nos outros? Recomendamos que assista a alguns vídeos do CNN Heroes anterior, para se familiarizar com as realizações de indivíduos inspiradores que honramos como “pessoas comuns a mudar o mundo.”

Dê uma olhadela no nosso formulário de candidatura. Sugerimos que você revisione as informações solicitadas sobre si mesmo, o seu candidato e o seu trabalho antes de submeter o questionário.

Fale-nos sobre o seu herói! Leve o seu tempo e escreva com o coração. Lembre-se: O que você partilha – nas suas próprias palavras – é o factor mais importante na promoção de uma nomeação para uma análise mais aprofundada. Você pode digitar as respostas às perguntas de desenvolvimento diretamente no formulário, ou gravá-las primeiro num documento Word e “cortar e colar” em cada campo de resposta. Por favor, note que as informações fornecidas serão usadas de acordo com a nossa política de privacidade.

Clique em “Enviar”. Se a sua nomeação foi transmitida com sucesso, você verá um “obrigado” na mensagem da sua tela. Se nos forneceu o seu endereço de e-mail, vamos também enviar uma confirmação de que sua nomeação tenha sido recebida. E sim, nós lemos todas e cada uma.

E é isso! As nomeações para o CNN Heroes 2011 permanecerá aberta até 31 de agosto de 2011.

Para consultar as perguntas mais frequentes sobre este prémio, vá à página oficial da CNN

Por que razão os homens russos bebem tanto?

Por Svetlana Kolchik:

Toda as famílias têm um segredo, um esqueleto no armário. O nosso foi que o meu pai bebia. Não me lembro de uma época em que ele não bebesse; começou muito antes de eu nascer. Ele era um russo por excelência alcoólico, muitas vezes bebendo antes de ir trabalhar, no trabalho e depois do trabalho. Por causa do seu problema perdeu o emprego, os amigos, a saúde, os seus bens e, finalmente, o seu casamento.
Os seus períodos sóbrios foram seguidos por frequentes “zapoi”, uma palavra russa para um excesso de bebidas alcoólicas que podem durar dias, até semanas. Às vezes o zapoi do meu pai coincidiu com eventos stressantes, como eu, então um adolescente, viajando para os Estados Unidos por um ano após ter ganho uma bolsa de estudos no Departamento de Estado do Ensino Médio. O meu pai estava muito bêbado para aparecer no aeroporto e se despedir de mim.
Outras vezes, parecia não haver qaulquer causa aparente para as suas bebedeiras – na verdade, a vida do meu pai foi definitivamente mais interessante do que a vida de uma pessoa vulgar na União Soviética. Ele tinha um PhD em História pela Universidade Estadual de Moscovo, escreveu livros, falava três idiomas, foi editado em revistas importantes e viajava para a Europa com bastante regularidade, mesmo durante o auge da Guerra Fria.
Quando a primavera e o tempo quente davam ares da sua graça nas cidades russas, as ruas enchiam-se de imediato por todo o tipo de bêbados. Com alguns goles de suas latas de cerveja para descomprimir depois do trabalho. Outros tomam uma pesada piela, sozinhos ou acompanhados, para comemorar alguma coisa, ou por nenhuma razão aparente. No entanto, outros parecem tão carregados que já vão a caminhar no meio da estrada (isso aconteceu com meu pai em várias ocasiões.) Sempre que vejo esses homens muitas vezes bem-vestidos e com aspecto decente me perguntava: “Por que é que o meu pai bebe? Por que bebem os homens russos?”

Para desvendar este mistério continue a ler esta crónica no Ria Novosti