Formação Pedagógica Inicial de Formadores – Flyer

Apresentação da 1ª Acção de Formação Pedagógica Inicial de Formadores
que se irá desenvolver nas instalações da Dianova.

Formação Pedagógica Inicial de Formadores – Flyer
Consulte o cronograma pdf do curso aqui.
Para se inscrever neste curso de formação preencha o formulário que encontrará nesta página, para o email: formacao@dianova.pt.

Silves recebe a próxima etapa da Taça Coca-Cola

No dia 2 de Abril, a partir das 10h00, realiza-se no Estádio Dr. Francisco Vieira, em Silves, a terceira etapa da Taça Coca-Cola, o maior evento de futebol juvenil não federado de Portugal.

Em competição nesta etapa vão estar cerca de 250 jovens, divididos por 15 equipas, que vão competir por um lugar na final que se realiza no Porto no dia 4 de Junho.

Com cerca de 70 mil participantes, ao longo dos últimos anos, a Taça Coca-Cola tem conquistado jovens e famílias de todo o país e assinala o compromisso da Coca-Cola na promoção de estilos de vida que integrem práticas desportivas regulares.

Para a edição deste ano, que conta com o apoio do Treinador do Futebol Clube do Porto André Villas Boas, o torneio irá marcar presença em dez distritos, dez etapas que culminam com uma fase final nacional, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no dia 4 Junho.

A Taça Coca-Cola e o Parque Vida Activa contam com os apoios do Instituto do Desporto de Portugal, Instituto Português da Juventude e Instituto da Droga e da Toxicodependência.

A Taça Coca-Cola existe em Portugal desde 2002, conquistando desde então uma dimensão nacional, com etapas espalhadas por vários distritos do continente, Açores e Madeira, numa dinâmica de celebração da paixão que os jovens portugueses nutrem pelo futebol.

Mais informações no site da competição.

«Porque Inovar deve estar no DNA das Organizações Sociais?», opinião por Rui Martins, Director de Comunicação da Dianova em Portugal.

Artigo Inovar Socialmente Impulso Positivo 2011

Para mais informações sobre o projecto Educação é a melhor Prevenção – Parque Aventura Emotiva 3G© cotado na Bolsa de Valores Sociais de Lisboa visite-nos em www.bvs.org.pt/dianova, convido-o(a) a adquirir acções sociais que nunca perderão valor. Obrigado pelo voto de Confiança!

2011 Skoll World Forum

O 2011 Skoll World Forum está focada numa mudança em larga escala – Ecossistemas, Redes e acção colaborativa

O tema do Skoll World Forum 2011 é “Mudança em Grande Escala – os ecossistemas, as redes e acções colaborativas.” As questões sociais tornaram-se mais globais, complexas e inter-relacionais do que nunca, exigindo um conhecimento profundo, redes de trabalho e soluções para as resolver. Apesar dos inovadores sociais continuarem a estimular o progresso, a mudança na escala requer uma alteração de jogadores diferentes e soluções para uma abordagem ecossistémica, que remova os obstáculos e envolva todo o espectro de actores necessários para uma mudança sustentável.

O programa deste ano é organizado em torno de ambientes impulsionadores em tópicos chave, influências, inovações, instituições, idéias e investimentos. Junte-se aos nossos colegas e delegados para a discussão, debate e investigação crítica sobre o que é necessário para preparar o caminho para a frente.

30 Março – 1 Abril 2011

Discussões:
* Punishing Profit
* Philanthropy & Social Change
* Competitive Edge & Collaborative Scaling
* Impact Investing in Asia Pacific
* 2011 Skoll World Forum: Lessons Learned

Live From The Skoll World Forum:
* Skoll Centre Students 2011
* Skoll World Forum 2011

“Faces os Meth”: Os efeitos devastadores das Metanfetaminas

Às vezes, é uma questão de anos. Noutros casos, acontece em poucos meses. Rostos comuns transformam-se totalmente, num sinal demasiado visível da destruição levada a cabo pela entrada no mundo da toxicodependência.

Estas profundas alterações corporais não passaram despercebidas a King Bret, oficial da polícia do condado de Multnomah, no estado norte-americano de Oregon. Depois de anos a entrevistar toxicodependentes acabados de ser detidos, o agente foi arquivando as suas fotos e observando as drásticas transformações na sua aparência.

Há seis anos criou o projeto “Faces of Meth“, baseado em fotografias de dependentes de metanfetaminas, para alertar os adolescentes de mais de 500 escolas sobre os perigos do consumo de droga. O “programa educacional” ganhou forma e o impacto gerado levou à criação do projeto “From Drugs to Mugs“, um documentário agora com imagens de consumidores das mais diversas drogas, desde a heroína, à marijuana, cocaína e álcool

“Não se trata de usar o medo como ferramenta educacional. Todos sabemos que os adolescentes ligam muito à sua aparência e estas imagens são uma forma positiva de os chocar”, explicou Bret King ao Expresso. “Muitos ficam em silêncio, introspetivos. Outros dizem-me: ‘Nunca mais volto a usar drogas. Não quero acabar assim'”.

Impacto que as pessoas retratadas não têm capacidade para sentir: “Quando lhes mostro as fotos eles não estão a ver nada de novo. Sabem perfeitamente o que a droga lhes faz, mas estão num estado tão alterado que o que menos lhes interessa é a sua imagem corporal”.

Muitos dos rostos destas fotos “acabaram por morrer”, conta Bret King. Os que sobreviveram, ou estão presos ou em recuperação. “Recuperação essa que é um processo para toda a vida”, remata Bret King.

Fonte: Expresso

III Convenção Nacional RSO PT

A Rede Nacional de Responsabilidade Social das Organizações – RSO PT – no seu terceiro ano de actividade, continua a assumir como missão prioritária a dinamização de actividades de promoção e implementação da Responsabilidade Social em Portugal, incentivando atitudes significativas e concretas em prol do desenvolvimento sustentável.

No próximo dia 13 de Abril realiza-se a Convenção anual RSO PT, no Auditório do CTCV – Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro, em Coimbra. Ver em anexo aqui!

Na Convenção da Rede RSO PT, mais do que o Balanço da Actividade de 2010, ambicionamos privilegiar o debate para a identificação de contributos consensuais para a dinamização das actividades futuras da Rede. Mas a RSO PT também pretende fazer uma reflexão conjunta sobre outros temas em destaque na sociedade, e que são inerentes à Responsabilidade Social, pelo que teremos convidados a partilhar conhecimentos e práticas sobre Voluntariado e Economia Social.

Recordamos que os trabalhos da parte da manhã são reservados aos membros REDE RSO PT, mas que a parte da tarde é de livre acesso os interessados nos temas em debate no Seminário “Portas Abertas” (inscrição obrigatória).

Marque a sua presença e divulgue o evento!

Programa | Inscrições | Informações

O que é Inovação Social? Uma Chance para a Europa e o nosso Futuro

Caro Ezio,

Mas que multidão colorida na quinta-feira no lançamento do projecto-piloto europeu de inovação social. Mais de cem pessoas de todos os tipos de sectores e países, cada um com uma idéia diferente do que a inovação social é e faz. Porém poderia-se resumir o cerne do desafio nesta questão: “Será que a inovação social uma ligação para as falhas do sistema actual ou é a resposta a uma nova sociedade emergente – em particular a relação entre a UE e os seus cidadãos?”

Esta é a questão para todos nós e para a UE. Sim, o Presidente Barroso referiu-a no seu discurso, mas não tomou nenhuma posição. Não estou surpreendido.

Nós poderíamos fazer um simples teste, pedindo ao presidente ou a qualquer outra pessoa que escolhesse entre duas citações de livros que muitos de vocês deviam ter lido – ou pelo menos vistos na tela: Il Gattopardo (O Leopardo) e Os Irmãos Karamazov. A frase mais célebre do primeiro é “Se queremos que as coisas permaneçam como estão, as coisas terão de mudar”. Este último, começa com uma citação do Evangelho de São João: “Em verdade, em verdade, vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra não morrer, fica ele só; mas se morrer, produz muito fruto”.

Que citação acha que o presidente escolheria? Se você estiver também a fazer o teste, tenha cuidado: sua resposta revela a sua visão sobre o assunto.

Na quinta-feira o Presidente Durão Barroso aprovou a iniciativa “uma pedra angular da Europa 2020”, a estratégia económica da UE para conduzir uma economia inteligente, sustentável e inclusiva para o crescimento e emprego. Ele elogiou os cidadãos e organizações da sociedade civil que têm estado na vanguarda da inovação social na Europa. O seu discurso foi impressionante e ecoado por dois outros comissários: Andor e Geoghegan-Quinn.

  • Ver o vídeo da intervenção de Ezio Manzini e a resposta como artigo completo de Filippo Addarii aqui.
  • Podem também consultar mais informação sobre a Conferência Anual Europeia da Euclid Network bem como a segunda edição da competição em inovação social no site da instituição.

Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas sem Abrigo

Quase todos os sem-abrigo em Portugal são homens e a maioria tem entre 30 e 49 anos e o sexto ano de escolaridade, de acordo com um questionário realizado no âmbito da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas Sem-Abrigo .

No final de 2009, altura em que foi levado a cabo um questionário a fim de ser criada uma base de dados dos sem-abrigo em Portugal, “foram identificadas 2.133 pessoas sem teto e sem casa, que dormem na rua, em carros, em casas abandonadas ou que pernoitam em Centros de Acolhimento Temporário”.

Segundo revelou à agência Lusa fonte oficial do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, trata-se de uma população maioritariamente masculina (84%), que tem entre 30 e 49 anos (60%) e com o sexto ano de escolaridade (54%).

A necessidade de definir uma Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas Sem-Abrigo decorre da tomada de consciência da existência de um problema e da insuficiência de conhecimento actualizado sobre o mesmo.

A Estratégia corresponde a um conjunto de orientações gerais e compromissos das diferentes entidades, cuja operacionalização deve ser implementada a nível local, no âmbito das redes Sociais locais (dos Conselhos Locais de acção Social), com base em planos específicos e adequados às necessidades locais identificadas.

Consultar a Estratégia Nacional no site da Segurança Social.

O presidente da APLD diz que “há uma cultura de intoxicação”

Terminou ontem a reunião em Viena, Áustria, da Comissão de Estupefacientes, inserida no departamento da ONU para a Droga e o Crime (United Nations Office on Drugs and Crime), com uma série de intenções que apelam a uma maior cooperação internacional entre todos os países do mundo.

Relativamente aos tratamentos da toxicodependência, o presidente da APLD, Manuel Pinto Coelho, presente na conferência, lamentou que as declarações não tivessem incluído a expressão “livre de drogas” (drug free).

Para o especialista, no que diz respeito ao tratamento, há uma posição dominante e global que aponta para curas com drogas de substituição, o que, no entender de Manuel Pinto Coelho, é “deixar cair a toalha”. O presidente da associação, que apresentou uma comunicação na conferência, referiu que “vivemos hoje uma cultura de intoxicação, onde a expressão ”livre de drogas” se está a tornar surpreendentemente fora de moda”.

Manuel Pinto Coelho acredita que essa intoxicação poderia ser substituída pela cultura da observação, que deixasse de olhar para a dependência como um todo, mas se debruçasse sobre cada um dos toxicodependentes. Uma espécie de substituição da cultura do pronto-a-vestir pelo tradicional alfaiate.

Artigo original em ionline.pt