Aproveitam o Verão para escolher o futuro na Universidade

Meio milhar de alunos do ensino Preparatório e Secundário entraram, ontem, na universidade pela porta da Academia de Verão, no caso de Aveiro, e Verão no Campus, no Minho, onde vão “aprender brincando” até ao próximo dia 23.

As instituições do ensino superior aproveitam parte das “férias grandes” para antecipadamente atraírem alunos, que podem de um dia para o outro encontrar o curso certo. Todos ganham, até os cofres universitários. Uma semana custa 150 euros (Aveiro) e 100 euros (Minho), valor que inclui actividades, alojamento nas residências do campus e alimentação nas cantinas.

Em Aveiro, as candidaturas (207) ultrapassaram as vagas (180). Estudantes de 91 escolas de 17 distritos “aterraram” no campus. A maioria (155) são do Secundário, convidados a explorar nas áreas científicas de Biologia, Design, Novas Tecnologias da Informação, Química, Electrónica, Telecomunicações e Informática.

Em Braga e Guimarães, 300 estudantes de cinco distritos dividem-se pelas Ciências da Saúde e Sociais, Economia e Gestão, Educação, Engenharia, Letras, Psicologia e Rádio. A organização minhota permite a frequência por módulos, daí a existência ainda de vagas, o que não acontece em Aveiro. JN Online

+Ler notícia: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1616905

Anúncios

Manual para salvar crianças que se afogam

Levantar o queixo à criança para libertar as vias aéreas, fazer cinco insuflações para reactivar a respiração ou fazer respiração boca a boca são alguns dos conselhos que o Hospital de Faro dá no curso Aprenda a Salvar o Seu Filho, em casos de afogamento.

O primeiro minuto de suporte básico pode salvar a vida da criança e “por isso é essencial que seja iniciado ainda antes de ligar para o 112”, alerta José Neutel, o enfermeiro que iniciou o primeiro curso de suporte básico de vida ontem em Faro.

A mãe Isa Anselmo, que salvou há dois anos o próprio filho de 14 anos, vítima de um traumatismo torácico, com as manobras do suporte básico de vida, afirma que decidiu receber esta formação para perceber melhor o que já havia feito num momento de tensão e angústia.

“Senti necessidade de perceber bem o que fiz quando tive de fazer o suporte básico de vida para salvar o meu filho e quero aprender para poder ajudar a salvar em caso de necessidade”, afirmou Isa Anselmo, a viver em Quelfez, Olhão. A vigilância constante e a protecção das piscinas com barreiras são, todavia, os primeiros passos para prevenir afogamentos de bebés e crianças, frisou o enfermeiro. Diário Notícias

+Ler notícia: http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1609986

É tempo de festivais

A chegada do Verão coincide com a realização de inúmeros festivais de música, de todos os géneros, de norte a sul do país. A ilustrar essa realidade, hoje iniciam-se três de características bem diferentes: Delta Tejo, Douro Blues e Estoril Jazz.

O Alto da Ajuda , em Lisboa, recebe, entre hoje e domingo, a quarta edição do Delta Tejo, festival dedicado a músicas de países produtores de café. Esta opção permite ao certame apresentar um verdadeiro cocktail estético, que pode ir do corridinho ao fado, da pop ao funk, dos sons de Cabo Verde  aos da Jamaica.

O Delta Tejo abre as portas hoje, excepcionalmente, às 14.30 horas, para que todos os interessados possam assistir ao Brasil-Holanda  do mundial de futebol em ecrãs gigantes. Em termos musicais, espalhados por três palcos , vão desfilar (sempre depois das 19 horas), nomes como Carlinhos Brown, Buraka Som Sistema, Shaggy, Nação Zumbi, Expensive Soul, Nusoulfamily, Ana Moura, Nneka, Os Mutantes, Ska Cubano, Martinho da Vila, Asa de Águia, Puto Prata, entre muitos outros. Propostas multicoloridas que vão ao encontro de públicos diferentes. Jornal Notícias

+Ler notícia: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.aspx?content_id=1608105