NOVA TAXA SOBRE TABACO É MEDIDA “CONTRAPRODUCENTE”

Sol | 22-04-2014

O Presidente da Federação de Grossistas de Tabaco afirma que esta será uma medida contraproducente na medida em que irá fazer diminuir as receitas. Em declaração à Lusa, João Rodrigues de Passos afirma que, “Ainda não sabemos ao certo em que vai incidir. Sabemos da intenção de aumentar a taxa fiscal sobre o tabaco, mas se a intenção é arrecadar mais receitas fiscais, estamos convencidos que vai ser contraproducente, porque naturalmente a receita do tabaco vai ter tendência para diminuir”.

João Rodrigues de Passos alertou ainda para o facto de se poder vir a registar uma maior penetração de tabaco ilegal no mercado, porque os preços e a criminalidade são atrativos. Por fim, referiu ainda que a aplicação de impostos sobre estes produtos pode trazer muitas consequências negativas, tais como assaltos a cafés, bares e máquinas de tabaco.

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=104047Imagem

Campanha Oficial Espanha aconselha: Se conduzir, não fume

“Fumar enquanto conduz pode matar em dois segundos”. É este o mote da campanha de prevenção rodoviária que as autoridades espanholas lançaram este Verão, visando reduzir a sinistralidade rodoviária numa altura de regresso de férias.

A ideia surge suportada na estatística deste Verão: segundo os dados da Direcção Geral de Tráfego (DGT) espanhola, 40 por centos dos acidentes mortais nas estradas foram provocados por distracções. Faltas de atenção que, diz a DGT não se resumem a actos como falar ao telemóvel.

“Há distracções de que os condutores não têm consciência”, explica fonte da DGT à edição de hoje do jornal El Pais. “Nem todos temos assumido que fumar também distrai”, lembra.

“Procuras o maço, acendes um cigarro e fumas… são demasiados segundos se estás ao volante”. É esta a ideia da DGT.

A mesma fonte afirma ao El Pais que, no período de férias de Verão, a velocidade média dos veículos nas estradas aumenta em 3 quilómetros/hora. E lembra: “A 120 quilómetros por hora é preciso um espaço superior a um campo de futebol para imobilizar o veículo”. Diário Notícias

+Ler notícia: http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1649510&seccao=Europa

Indústria do fumo busca cada vez mais as mulheres jovens, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu que a indústria tabagista tem concentrado seus esforços em conquistar mais consumidores do sexo feminino e nos países em desenvolvimento. Numa declaração divulgada a 31 de Maio por ocasião do Dia Mundial Sem Tabaco, a OMS disse que, em algumas economias emergentes, já há mais mulheres do que homens jovens que fumam regularmente.

Segundo a OMS, isso é uma realidade em países como Bulgária, Chile, Colômbia, Uruguai, Croácia, México, República Tcheca, Nigéria e Nova Zelândia. O fumo é a maior causa de mortes evitáveis do mundo, vitimando mais de cinco milhões de pessoas por ano. Dessas, em média 1,5 milhão são mulheres.

Jovens

A OMS estima que, atualmente, apenas 20% do total de fumadores no mundo são do sexo feminino. “Sabemos que a publicidade ao tabaco cada vez mais se direciona às mulheres jovens”, disse o director-geral assistente para doenças não contagiosas e saúde mental da OMS, Ala Alwan. A indústria tabagista, de acordo com a entidade, procura difundir a imagem de que consumir cigarro é elegante e está na moda.

+Ler notícia: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,industria-do-fumo-busca-cada-vez-mais-as-mulheres-jovens-diz-oms,559586,0.htm