Centro de Formação Dianova | Atenção NOVAS DATAS

ATENÇÃO NOVAS DATAS | CICLO DE FORMAÇÃO | RESPONSABILIDADE SOCIAL & SUSTENTABILIDADE: 31 Março, Lisboa | 1 Abril, Torres Vedras | 3 Abril, Vila Franca de Xira.

Conheça a história e evolução da temática da Responsabilidade Social das Empresas – Organizações e que ferramentas poderá utilizar para se preparar e responder às exigências dos consumidores de hoje e de amanhã. 

Lisboa https://www.facebook.com/photo.php?fbid=658122407578861&set=a.641244395933329&type=3&theater

Torres Vedras https://www.facebook.com/photo.php?fbid=658121320912303&set=a.641244395933329&type=3&theater

Vila Franca de Xira https://www.facebook.com/photo.php?fbid=658121827578919&set=a.641244395933329&type=3&theater 

Para mais informações e inscrições http://formacao.dianova.pt/desenvolvimento-organizacional/163-introducao-a-responsabilidade-social-das-empresas-e-das-organizacoes

Anúncios

Lisboa lidera poder de compra

Indicador do Poder de Compra traduz a capacidade ‘per capita’ manifestada no quotidiano nos vários concelhos ou regiões.

A Região de Lisboa congrega seis dos 15 concelhos portugueses com maior poder de compra do País, sendo que apenas quatro dos 18 municípios da região estão abaixo da média nacional, indicam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Lisboa (1.º lugar), Oeiras (2.º), Cascais (4.º), Alcochete (5.º), Montijo (9.º) e Almada (15.º) são os municípios da Região de Lisboa que integram a tabela dos 15 concelhos com maior poder de compra por habitante.

Do conjunto de 18 municípios da Região de Lisboa, só em quatro não é superado o poder de compra médio nacional: Odivelas (98,7), Sintra (98,2), Seixal (96,1) e Moita (84,0).

Na lista dos que têm maior poder de compra, destacam-se também, no território metropolitano do Porto, os municípios do Porto (3.º), São João da Madeira (12.º) e Matosinhos (13.º).

Faro, Porto Santo, Coimbra, Funchal, Aveiro e Sines completam a lista dos 15 concelhos com maior poder de compra.

O objectivo é caracterizar os municípios “do ponto de vista do poder de compra, numa acepção ampla, a partir de um conjunto de variáveis”. Salários, contratos imobiliários e número de automóveis são algumas das variáveis. DN

+Ler notícia: http://dn.sapo.pt/bolsa/interior.aspx?content_id=1637159

Centenas de pessoas manifestam-se em Lisboa contra medidas de austeridade

Centenas de pessoas desfilam, esta quinta-feira à tarde, a partir do rossio e pelas ruas da Baixa de Lisboa, num protesto marcado pelo PCP contra as medidas de austeridade adoptadas pelo Governo.

De acordo com o Jornal de Notícias, a manifestação está a ser liderada pelo secretário-geral comunista Jerónimo de Sousa e outros líderes do partido.

«O custo de vida aumenta, o povo não aguenta», «o país não se endireita com a política de direita» e «o PEC (Programa de Estabilidade e Crescimento) está mal, só interessa ao capital», são algumas das palavras de ordem gritadas pelos manifestantes. A Bola

+Ler notícia: http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=210509