Global Comission on Drug Policy

CONTEXTO:

A finalidade da Global Commission on Drug Policy é trazer para o nível internacional uma informada discussão com base científica, sobre as formas humanas e eficazes para reduzir os danos causados ​​pelas drogas para as pessoas e sociedades.

As Drogas são um assunto complexo e controverso. Há uma percepção crescente de que abordagem da “guerra contra as drogas” falhou. A erradicação da produção e a criminalização do consumo não reduziu o tráfego de drogas e uso de drogas. Em muitos países, os danos causados ​​pela proibição das drogas em termos de corrupção, violência e violação dos direitos humanos é largamente superior aos danos causados ​​pelas drogas.

A Global Commission on Drug Policy terá como base a experiência bem sucedida da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia convocada pelos ex-presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, Gaviria da Colômbia e Zedillo do México. Convencida que a associação entre o tráfico de drogas, a violência e a corrupção era uma ameaça à democracia na América Latina, a Comissão analisou as actuais políticas de “guerra às drogas” e abriu um debate público sobre um problema que tende a ser cercado pelo medo e pela desinformação.

Essas metas foram cumpridas com a publicação, em Fevereiro de 2009, da declaração da Comissão sobre as Drogas e Democracia: Rumo a uma mudança de paradigma. Essa declaração recebeu ampla cobertura pelos media regional e global e do debate que se seguiu, levando a mudanças positivas na política de drogas, do México e Argentina. A mudança é iminente no Brasil.

Nenhum país surgiu com um conjunto de políticas totalmente satisfatórias. A polarização entre legalização e proibição bloqueou o debate. Em muitos países as políticas repressivas permanecem firmemente no lugar. Daí a necessidade de se envolver muitos actores – legisladores e formuladores de alternativas políticas, cientistas e profissionais de saúde, educadores, polícias, pais e jovens – num debate construtivo sobre alternativas viáveis, tanto a nível nacional e internacional.

OBJECTIVOS:

» Rever o pressuposto básico, a eficácia e as consequências da abordagem “guerra contra as drogas”;
» Avaliar os riscos e benefícios das diferentes respostas nacionais ao problema da droga;
» Desenvolver activas recomendações, baseadas em evidências para a reforma política construtiva legal e drogas.

Fiquem com o Relatório em Espanhol

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s