Denúncias de violência doméstica aumentam no meio rural

O número de queixas por violência doméstica, apresentadas junto da Guarda nacional Republicana (GNR), aumentou no distrito de Bragança, em 2010. Sendo que a área de intervenção desta força de segurança se situa sobretudo no meio rural (aldeias e vilas), Jorge Gomes, o governador Civil do distrito, destaca que as acções de sensibilização levadas a cabo para combater este flagelo estão a chegar a todas as comunidades, incluindo às mais pequenas, onde até há poucos anos existiu tolerância social por esta forma de violência. “Estamos a conseguir chegar ao meio rural, já com a dinâmica com que chegámos aos meios urbanos, e a conseguir com que as vítimas denunciassem que são vítimas.

É, na nossa opinião, o que está a acontecer. Não é um aumento assustador da violência doméstica, é sim um aumento, e felizmente que estamos a ter esse aumento, da denúncia das próprias vítimas, em se valerem da lei para serem protegidas”, disse Jorge Gomes. Para o governador, as campanhas têm funcionado e está a conseguir-se despertar consciências e ajudar a “alguma evolução cultural”, ou seja, “que as vítimas não suportem mais ser vítimas. Isto é um avanço contra o machismo que existia, é um avanço contra toda a cultura que tínhamos em que as pessoas sofriam e o sofrimento fazia parte do casamento”, sublinhou.

Jorge Gomes alertou ainda para a necessidade de as potenciais vítimas estarem alerta dos primeiros sintomas de violência, porque é nessa fase que a denúncia tende a ser mais eficaz. Isto porque, apesar de todos os mecanismos de protecção social deste género de crime, que não é mais tolerado, quando a vítima se torna vítima, de facto, nem sempre existe a celeridade necessária, ao nível dos órgãos judiciais, que a permita sair do ciclo de violência. “Dou-lhe só um exemplo, temos um caso que o ano passado teve sete queixas. Em termos de números puros e duros, são sete casos, mas estamos a falar do mesmo caso”, referiu o governador.

Ler a reportagem na íntegra em: Mensageiro de Bragança

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s