Os aspectos menos positivos dos E-cigarros

Nos Estados Unidos, o cigarro electrónico está longe de ser uma novidade – aliás, os legisladores de Nova Iorque estão a discutir a hipótese de proibir a sua comercialização. Em Portugal, a moda está apenas a chegar, mas são já dezenas os sites sediados no país que os propagandeiam como uma alternativa mais saudável do que o cigarro convencional. E mais barata também. Alguns quiosques, bares, e até parafarmácias, já os comercializam, nomeadamente no Algarve, onde a omnipresença dos estrangeiros garante o volume de vendas. Enquanto isso, a classe médica deita as mãos à cabeça, por considerar que aquilo está muito longe de ser inócuo para a saúde e muito menos de funcionar como instrumento para deixar de fumar, como anunciam alguns sites. Alega-se que as suas semelhanças com o original dificultam o abandono do vício mas, mais do que isso, há especialistas que acusam o e-cigarro – que contém nicotina em estado líquido ou em gel – de libertar substâncias e gases nocivos na sua combustão. Sem fumo, o seu “vapor de água” terá mesmo um químico chamado etilenoglicol, normalmente utilizado como anticongelante nos automóveis.

O http://www.ecigarette7.com, por exemplo, foi criado exclusivamente para comercializar uma marca norte-americana de cigarros electrónicos. Nos bastidores do ecrã, está uma empresa com sede na Maia. “Tínhamos uma pessoa conhecida nos Estados Unidos, e como cá não havia grande coisa, decidimos criar este site, que existe há mês e meio”, conta Joana Marques. Recusa revelar o deve e haver das vendas, mas adianta que a empresa já está a planear “abrir espaços onde o cliente possa experimentar o produto, nomeadamente em centros comerciais”.

Rui Santos, do http://www.e-cig.com.pt, importa os cigarros directamente da China e, além do site, vende-os em bares, restaurantes, tabacarias e papelarias, sobretudo da Zona Sul do país. “Comecei com este negócio em Agosto do ano passado e, nos últimos dois meses, notei um aumento da procura na ordem dos 20 a 30 por cento”, conta. Por causa da publicidade contida no filme ou por causa dos presentes de Natal, a procura surge pela mão de gente que tenta reduzir ou acabar com o cigarro convencional. “As pessoas preferem o cigarro electrónico aos pensos de nicotina, porque conseguem manter o hábito de boca e depois as recargas permitem ir regulando a intensidade da nicotina”, explica o empresário. Que não se cansa de enumerar as vantagens da coisa: “Não há fumadores passivos, não fica mau hálito, nem cheiro.”

Ler a reportagem completa em publico.pt

2 comentários

  1. Dois novos relatos baseados sobre 16 novos estudos elaborados recentemente, (cujo um publicado no Journal of Public Health Policy por Michael Siegel, professor de saúde publica em Boston) revelam que o nível de produtos
    possivelmente cancerigenos do cigarro electrónico é 1000 (mil) vezes inferior ao dos verdadeiros cigarros. Revela ainda que o nível de toxicidade dos cigarros electrónicos é comparável ao dos produtos clássicos convencionais de
    substituição da nicotina, vendidos em farmácias. artigo do Boston University Medical Center http://www.physorg.com/news/2010-12-evidence-e-cigs-safer-cigarettes.html – Todos sabemos o peso que têm os lobbies do tabaco por
    um lado, e o dos produtos farmacêuticos por outro. É lógico que ambos tentem de entrar numa guerra desleal fazendo propaganda contra um produto cuja eficácia é comprovada pelos fumadores de cigarros electrónicos. Se repararem
    bem, o discurso deles significa : Continuem a morrer fumando os 4 mil produtos tóxicos dos cigarros, em vez de passarem para o cigarro electrónico que os estudos consideram como 1000 vezes menos perigoso. — é ainda de lembrar que um estudo longo (21 paginas) e sério anterior (2008) http://www.theruyanmedia.com/uploads/rec-nzinterim_report.pdf e feita pelo Dr Murray Laugesen confirmava claramente que o cigarro electronico é claramente um novo meio eficaz para lutar contra o tabagismo.

  2. Este artigo esclarece mesmo como está a situação do cigarro electrónico em Portugal. Cabe a cada fumador ver e experimentar e comprovar que é melhor e mais saudável que o cigarro tradicional.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s