Social Media Beachcombing: A sobrevivência do Twitter.

Ficou famosa a visão de John D. Rockefeller da chegada do colapso em Wall Street, retirando todo o seu dinheiro quando o engraxador lhe começou a dar dicas sobre bolsa e acções. Então, que efeitos se trazem para o Next New Thing dos meios de comunicação social, quando os vossos padrastos vos começam a falar sobre o Twitter?

Por um lado, qualquer trendspotter digital que se preze teve de começar a pesquisar em outros lugares, pelo menos um ano atrás. Mas o ponto mais importante para as marcas é a rapidez com que essas inovações de mídias sociais contemplam a mudança, a partir das margens para o centro da questão. Como autor e professor Clay Shirky observa, é apenas quando a tecnologia se torna aborrecida – ou seja, de rotina para a maioria, não apenas para a Geekosfera – que se torna interessante.

O Twitter já se está a tornar um dos primeiros lugares em que as pessoas procuram notícias de última hora, muitas vezes por testemunhas, desde acidentes de avião a terremotos e, infelizmente, tiroteios na escola. É também o lugar que empresas procuram ao tentar monitorar não apenas a execução maioritária da opinião dos clientes, mas também em tempo real as informações sobre os seus próprios últimos destaques.

Ler o artigo completo em businessweek.com

1 Comentário

  1. […] more here: Social Media Beachcombing: A sobrevivência do Twitter … Tweet This Post Comentário, Opiniao << Usina do Bem: A mídia direitoide e o aval ao […]


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s