Rede de prostituição na Margem Sul é suspeita de associação criminosa e tráfico de droga

A PSP está a apurar provas incriminatórias contra uma alegada rede de prostituição conhecida como “Máfia da Margem Sul”, que já teve acusação num outro processo do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP). O processo que se encontra ainda numa faze inicial, está a ser relacionado pela Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do DIAP que suspeita de associação criminosa e tráfico de droga.

Trata-se de um grupo muito violento e organizado ligado à segurança privada, que foi acusado de crimes de homicídio, extorsão, coacção, rapto e tráfico de droga. O líder seria Sandro Lima, conhecido como Sandro Bala, que fugiu para o Brasil com outro colega. Envolvido com o gang estará um repórter de imagem da RTP, que foi alvo de uma operação de busca da PSP, que o apanhou em meados de Outubro num estúdio a fotografar prostitutas para um site. Sem grandes certezas por parte da comunicação social, vão surgindo rumores sobre clientes VIP da alegada rede, que incluirão políticos, juízes e pelo menos um alto quadro da televisão pública.

Mais informações em:

Anúncios

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s