Orçamento prevê maior investimento no IDT

Apesar dos cortes no pessoal em 200 trabalhadores implementados pelo Instituto da Droga e Toxicodependência (IDT) referidos aqui anteriormente, o Orçamento de Estado de 2011 irá transferir mais uma fatia de 1,4 milhões de euros para o raio de acção do organismo.

Os vários actores políticos não entendem esta opção “quando este instituto público está a encerrar serviços”. Foi esta a citação de Paula Barros, deputada do PSD, que encabeçou a perplexidade do partido. Para os sociais democratas, o IDT é neste momento “apenas e tão-só uma gigantesca estrutura de redução de riscos”, acrescentando que se tivermos o IDT apenas para distribuir metadona, “o melhor é começarmos a recorrer às IPSS”.

Do lado do governo, o secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, prontificou-se a reagir garantindo que os resultados portugueses são “internacionalmente conhecidos” e condenando o “discurso retrógrado e calculista” do PSD. Afirmando que o PSD olha para os toxicodependentes com um certo pudor, Pizarro relembrou que o IDT terá “o maior orçamento de sempre”.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s