“Uma Estufa sem papoilas”

A TSF deslocou-se às instalações da Dianova Portugal no que resultou a reportagem, “Uma Estufa sem papoilas”, realizada no âmbito do Prémio Mota Engil, da qual a Dianova integra a short list das 10 finalistas. Especializada na prevenção, tratamento e reinserção a nível da toxicodependência, a DIANOVA decidiu criar, em Abril de 2000, uma empresa de inserção invulgar: os Viveiros de Floricultura. Perto de Torres Vedras, é ali que mais de uma dezena de ex-toxicodependentes enterra o passado das drogas e planta uma nova vida. O projecto mereceu um lugar nos dez finalistas do Prémio Manuel António da Mota, destinado a instituições de solidariedade social. Um trabalho de Joana de Sousa Dias, Ana António e Luís Borges. A Viveiros constitui-se adicionalmente ao seu objectivo de reintegração sócio-profissional como uma das fontes diversificadas de geração de receitas que contribuem para a Sustentabilidade da Dianova visando incrementar o seu fim último: gerar Valor Social! Fiquem então com a reportagem.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s