Profissões operárias também são bem pagas

O presidente do IEFP salienta que nem só as licenciaturas significam um bom salário.

Com o mercado laboral ainda a recuperar da crise que fez o número de desempregados disparar para perto dos 600 mil, o presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Francisco Madelino, lembra que, além dos empregos mais qualificados, há outro tipo de trabalhos no mercado que também são bem pagos.

Em entrevista à Lusa, Madelino salienta que existe actualmente uma “dualização das tendências do mercado de trabalho”. Por um lado, defende o presidente do IEFP, há a necessidade de “profissões mais qualificadas que vão ser mais bem remuneradas” em áreas das energias, ambiente, tecnologias de informação, saúde e turismo. Por outro, há um conjunto de necessidades em termos de profissões operárias qualificadas de nível intermédio. “Não serão pessoas licenciadas, mas serão bem pagas, para fazer trabalhos de manutenção doméstica e outros”, disse.

“Depois, há um segundo segmento de empregos que continuarão sempre a ter procura e que são tudo aquilo que tem a ver com profissões operárias qualificadas ou mesmo até com qualificações mais baixas – desde a construção civil, seguranças, ‘call centers'”, acrescentou.

Segundo Francisco Madelino, este desenvolvimento ao nível das qualificações é o que as economias precisam para se modernizarem, nomeadamente a portuguesa. Já os empregos mais desqualificados, vão contar com uma concorrência forte e crescente da população imigrante, alertou Francisco Madelino.

Por outro lado, no que diz respeito ao trabalho qualificado o presidente do IEFP acredita que “há áreas novas que vão nascer, nomeadamente as áreas das energias verdes, na área da poupança energética e novas energias. São áreas de muito futuro”. Seguem-se as engenharias ambientais, tecnologias da informação e de aplicação aos equipamentos industriais, a área da saúde, com o envelhecimento demográfico e também o turismo.

‘New skills for new jobs’

A Europa está neste momento a discutir o documento “New skills for new jobs”, uma tentativa de definir as tendências do mercado laboral para os próximos dez anos e de perceber quais as qualificações necessárias para responder às ofertas de trabalho. Diário Económico

+Ler notícia: http://economico.sapo.pt/noticias/profissoes-operarias-tambem-sao-bem-pagas_96578.html

+Ver site European Centre for the Development of Vocational Training (CEDEFOP): http://www.cedefop.europa.eu/EN/

Anúncios

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s