Função pública: Governo vai integrar 6.000 precários

Os Ministérios da Educação e da Saúde preparam-se para colocar nos quadros da Administração Central quase seis mil funcionários que actualmente têm vínculo precário ao Estado, avança o Diário Económico esta quarta-feira.

Trata-se de uma excepção ao congelamento das admissões, decretado pelo Governo, que já mereceu autorização do Ministério das Finanças. Em causa, nos dois ministérios, está a integração nos quadros de pessoal auxiliar e administrativo.

O secretário de Estado adjunto da Educação, Alexandre Ventura, confirmou ontem que o seu ministério irá avançar com os procedimentos de abertura de concursos para 1.829 vagas para pessoal não docente, cujos contratos terminam a 31 de Agosto, tendo havido para o efeito um entendimento com o Ministério das Finanças.

+Ler notícia: http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?section_id=1&id_news=141635

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s