Dívidas de hospitais a laboratórios sobem 18 ME num mês

 

Decisão de cobrança de juros investigada pela Autoridade da Concorrência. Apifarma  e farmacêuticas podem vir a pagar multa se ficar provada a violação das regras do mercado.

A dívida dos hospitais públicos à industria farmacêutica continua a aumentar, mas a cobrança de juros pode estar ameaçada caso a Autoridade da Concorrência (AdC) considere que houve concertação na decisão. Em Junho os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) deviam 869 milhões de euros em medicamentos. Mais 18 milhões de euros que em Maio.

De acordo com os dados a que o DN teve acesso, as unidades do SNS estavam a dever às farmacêuticas 869 milhões de euros em Junho. A grande maioria – 586 milhões – são dívidas com mais de 90 dias. O prazo médio de pagamento mantém-se em 331 dias. Os hospitais de gestão empresarial (EPE) são os mais devedores, com 749 milhões de euros a seu cargo. Valor mais baixo têm as unidades do sector público administrativo (SPA): 119 milhões de euros.

A derrapagem nas dívidas levou os laboratórios a optarem pela cobrança de juros a 8%, o que se traduziria em cerca de 30 milhões de euros. Mas a intenção pode cair por terra. O final do processo só será conhecido depois da AdC ter terminado a fase de investigação, em que são pedidos esclarecimentos à Apifarma, que já respondeu, e eventualmente às empresas associadas, como noticiou ontem o jornal i. DN

+Ler notícia: http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1633509

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s