O fecho das portas desta comunidade traria muitos dissabores aos utentes

Com o final do SOLIS deveria encerrar o funcionamento do CAT Casa Azul em Cesar Oliveira de Azeméis. Isso implicaria que os 12 utentes que estão instalados nesta casa acolhedora ficariam sem um tecto ou na melhor das hipóteses teriam que ser encaminhados para outras instituições o queiria destruir os alicerces emocionais que a equipa do CAT ajudou a construir criando umaespécie de comunidade terapêutica. Teriam de deixar este centro acolhedor onde se sentem bem.

 “As instalações do centro pertencem à DIANOVA e desde o início do seu funcionamento teve sempre lotação esgotada”, refere Gracinda Leal. Não parece assim que os serviços que lá são prestados se possam dispensar. Não há PEC que desculpe essa decisão.

A autarquia não baixou os braços e já propôs à segurança social um acordo mas segundo a vereadora Gracinda Leal ainda não obteve resposta. Ainda assim a edil acredita que o CAT,com capacidade para 16 utentes,que acolhe essencialmente vítimas de violência doméstica, desalojados e sem abrigo se manterá com as portas abertas.

Só através de um acordo com o Centro Distrital de Aveiro da Segurança Social se poderá dar continuidade ao projecto mantendo os postos de trabalho de sete tecnicos. Diário de Aveiro

+Ler notícia: http://www.mynetpress.pt/pdf/2010/julho/20100725213295.pdf

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s