PM recusa Serviço Nacional de Saúde de “mínimos”

Na saúde não se pode retirar o Estado, defendeu hoje o primeiro-ministro, referindo-se à proposta do PSD para uma revisão constitucional. José Sócrates afirmou que não se pode reduzir um serviço nacional a mínimos. É uma “visão perigosa” e “ingénua”.

“Há muitas diferenças entre nós. Mas que não haja diferenças em relação ao acesso à saúde”, disse o primeiro-ministro na inauguração de uma nova extensão de saúde em Aborim, Barcelos.

Para o primeiro-ministro, a única forma de garantir um acesso universal à saúde é através de um Serviço Nacional. “Fazer regredir o Serviço Nacional de Saúde (SNS), por forma a que o mercado e os privados possam prestar serviços – no fundo a ideia de que poderemos ter um SNS de mínimos – parece-me uma ideia negativa”.

As críticas, apesar de não referir o destinatário, foram endereçadas ao PSD que recentemente propôs uma revisão constitucional onde, entre outros pontos substitui, na saúde, a expressão “tendencialmente gratuito” por “não podendo, em caso algum, o acesso ser recusado por insuficiência de meios económicos”.

“Eu acho que é uma visão não apenas simplista, mas acho que é também uma visão perigosa, um visão ingénua, pensar que se resolve os problemas com o preconceito ideológico de que tudo o que é público deve acabar para promover o mercado e para promover o sector privado”, disse Sócrates. “Isso é uma ideia errada”. RTP

+Ler notícia: http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=PM-recusa-Servico-Nacional-de-Saude-de-minimos.rtp&article=363076&visual=3&layout=10&tm=2

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s