Políticos recusam ajuda com salário (Crise: deputados reagem a repto do Bispo Auxiliar de Lisboa )

Alguns políticos cristãos não acolheram bem o apelo do bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social, D. Carlos Azevedo, para que doem vinte por cento do salário a um fundo social destinado aos pobres.

A deputada eleita pelo PS Teresa Venda, por exemplo, assumiu ao CM discordar da sugestão: “Pode-se resolver o problema de consciência, passar o cheque, mas não resolve o problema. Eu preferia trabalhar em casos concretos.”

A parlamentar começou por recordar que muitos pobres têm trabalho mas ganham “muito pouco”. Por isso, propôs no Parlamento a alteração de feriados, mais quatro dias de trabalho por ano e o reforço do Salário Mínimo Nacional. Projecto rejeitado pelo próprio PS na quinta-feira. “A Igreja quer mais um subsídio, mas a pobreza resolve-se com o atender às condições específicas de cada família, porque cada família é um caso”, sublinhou, admitindo a hipótese de voltar a apresentar o projecto sobre o reforço de salário mínimo e mudança de feriados com algumas alterações, na próxima sessão legislativa.

Questionada pelo CM sobre se estaria disponível para doar 20% do salário, a deputada respondeu: “Não posso doar uma parte do meu ordenado como deputada porque já dou parte para ajudar uma família em concreto.”

ALEGRE DIZ QUE JÁ DESCONTA MUITO NOS IMPOSTOS

O candidato presidencial Manuel Alegre acolheu com agrado o apelo do bispo D. Carlos Azevedo no sentido da criação de um fundo social para apoiar os mais afectados pela crise, considerando contudo , em relação à doação de 20 por cento dos ordenados dos políticos, que já desconta muito nos impostos. “O bispo esqueceu-se de uma coisa: pagar impostos é necessário porque esse é o primeiro dever dos cidadãos”, notou Manuel Alegre, para quem não só os cristãos, mas todos, têm a responsabilidade de ajudar os outros num momento de crise. Correio da Manhã

+Ler notícia: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/politicos-recusam-ajuda-com-salario

Anúncios

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s