Música e contos para promover inclusão social

O Humanizar te actua num dos bairros mais problemáticos de Viseu e promove aprendizagem e motivação pessoal através da arte.

Os voluntários do Humanizar te percorrem três vezes por semana os prédios e os pátios de um dos bairros mais problemáticos de Viseu acompanhados de tambores a chamar os moradores A ideia é realizar intervenção social através das artes.

O bairro social da Balsa é apontado pelo Instituto da Droga e da Toxicodependência como território fértil em tráfico e consumo, mas tem também problemas graves de socialização, diz a psicóloga Paula Fong que lidera o projecto em que as artes são o chamariz para uma abordagem que não é convencional.

A aprendizagem através das artes facilita a motivação para o desenvolvimento pessoal. A equipa reúne um encenador uma psicóloga, técnicas sociais, um sociólogo e artistas. A ideia é que as crianças venham pela música pelos contos trazendo os pais. Diário Notícias

+Ler notícia: http://www.mynetpress.pt/pdf/2010/junho/20100612209b1c.pdf

Anúncios

Mário Soares apela a governo político europeu

O ex-Presidente da República Mário Soares fez uma análise muito crítica do actual estado da União Europeu, avisando que, sem um Governo político europeu, todos os Estados-membros perderão força a nível mundial e ficarão numa crise prolongada.

«Sem um Governo político europeu, não vamos a parte nenhuma», declarou Mário Soares na parte final de um colóquio sobre os 25 anos da adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia (CEE).

Mário Soares falava no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, no mesmo local onde há 25 anos, juntamente com o antigo primeiro ministro de Espanha Felipe González – o outro orador do último painel do colóquio – assinaram o acordo de adesão dos dois países ibéricos à então CEE. Diário Digital

+Ler notícia: http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?section_id=19&id_news=138822

Execução do QREN em 20%

Meta do Governo para este ano. Mil milhões aplicados nos últimos 6 meses

A bancada social-democrata acusou ontem, sexta-feira, o Governo de incompetência e falta de vontade política na gestão do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). O ministro da Economia garantiu que no final deste ano a taxa de execução será superior a 20%.

Vieira da Silva anunciou ontem que o Governo prevê uma execução superior a 20% do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) no final de 2010, “o que fará com que este ano seja um dos anos de mais elevada utilização de fundos comunitários”.

O ministro da Economia, que falava durante uma interpelação ao Governo da iniciativa do PSD sobre “competitividade da economia e execução do QREN”, garantiu que “nos últimos seis meses, a execução do QREN acelerou de forma muito significativa, passando de 6,6% para 11,8%”, uma injecção adicional na economia superior a mil milhões de euros.

Para o responsável pela pasta da Economia, “esta evolução do QREN reforça claramente o seu papel como instrumento modernizador e de combate à crise”, garantindo que Portugal não corre o risco “de qualquer corte nos fundos estruturais”. Jornal Notícias:

+Ler notícia: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1591219

Portugal 25 Anos de adesão à CEE

Portugal/25 anos na Europa: Da resposta europeia à crise depende apoio popular para aprofundar União, diz Sócrates

O primeiro-ministro, José Sócrates, defendeu hoje que a “resposta europeia” aos efeitos da crise financeira e económica é “condição indispensável do futuro da integração europeia e do apoio popular necessário ao aprofundamento da União”. José Sócrates falava na cerimónia que assinala os 25 anos da adesão de Portugal e Espanha à União Europeia, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. “Assinalamos estes 25 anos da aventura europeia em Portugal e Espanha com a perfeita consciência dos desafios que se colocam ao projeto europeu”, afirmou o primeiro-ministro português, cuja intervenção abriu a sessão. RTP

+Ler notícia: http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Portugal25-anos-na-Europa-Da-resposta-europeia-a-crise-depende-apoio-popular-para-aprofundar-Uniao-diz-Socrates.rtp&headline=46&visual=9&article=351912&tm=8