Não é desgraça ser pobre

No Ano Europeu da Pobreza e Exclusão Social em que se pretende mudar percepções sobre discriminição relacionada com estas questões, um tributo a Amália pela Mariza “Não é desgraça ser pobre” (…) “desgraça é trazer o fado (destino)no coração e na boca”. Olhar para a problemática da pobreza requer igualmente uma mudança de atitude – empreendedora – por parte das Pessoas que se encontram (ou passaram a encontrar-se) em risco ou no limiar da pobreza… contribuindo para a melhoria das suas condições de vida e, consequentemente, da diminuição da despesa social. Basta ver os exemplos seguidos eg por milhares de mulheres no Bangladesh ou países africanos que recorrem ao microcrédito como solução para o seu problema e providenciar educação aos filhos visando quebrar o ciclo vicioso da pobreza.

Anúncios

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s