Cidade Algarvia pioneira na rede europeia contra as drogas

Vila Real de Santo António tornou-se a primeira cidade ibérica a fazer parte da rede de cidades europeias contra as drogas. Luís Gomes, presidente da autarquia, disse querer apostar nas vertentes de prevenção, combate e investigação para tentar impedir que a toxicodependência se “alastre” no seu concelho.

Numa cidade, em que a questão da toxicodependência constitui um problema bastante real, a autarquia reforça a sua posição no combate ao flagelo, passando pelo financiamento em reabilitação. “Queremos implementar um conjunto de medidas concretas que passam por alertar as famílias, realizar programas preventivos nas escolas e desenvolver actividades anti-droga”, sustém o edil.

O autarca que acumula funções na vice-presidência da Associação para um Portugal livre de Drogas, augura boas práticas e relações na persecução de algumas políticas de drogas pela inclusão nesta rede europeia.
Na assinatura da declaração de adesão à organização que decorre hoje à tarde, estarão presentes os presidentes da autarquia da Associação para um Portugal Livre de Drogas e da organização Cidades Europeias contra as Drogas. A rede, criada em 1994, conta com um total de 260 municípios signatários num total de 29 países.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34 outros seguidores